Quais são os principais efeitos do cytotec / misoprostol. O misoprostol foi originalmente desenvolvido para tratar dores no estômago, mas especialistas perceberam que esse medicamento podia ajudar em outras áreas.

Hoje vamos falar do misoprostol, apesar de ser bastante controverso, o seu uso é permitido pela Agência Nacional Vigilância Sanitária, a Anvisa, para os casos de interrupção da gravidez, mas seu uso é restrito somente ao ambiente hospitalar, não pode ser vendido em farmácias.

O misoprostol é utilizado para abortos médicos ou farmacológicos, pois possuem algumas diferenças dos abortos cirúrgicos, aqueles que necessita de tempo para a dilatação uterina e a total evacuação.

São divididos em abortos de esvaziamento manual (AVM) ou esvaziamento elétrico (AVE).

O uso do misoprostol vai depender de alguns fatores, como o número de semanas de gestação e a idade da mulher.

Entretanto, acima de tudo, vai depender do que o médico diagnosticou e pensa ser a maneira mais segura.

O que é cytotec / misoprostol?

O que é cytotec / misoprostol?

O misoprostol é o principal ativo de um medicamento vendido como Cytotec.

O misoprostol é indicado para combater sintomas de dores de estômago, mas também é o medicamento mais utilizado para interromper a gravidez, apresentando efeito abortivo.

Pois foi constatado que o misoprostol provoca o amolecimento do útero causando contrações.

Para que serve o Misoprostol?

Por provocar contrações uterinas, o misoprostol passou a ser utilizado como pílula abortiva, no primeiro trimestre de gestação.

De acordo com as normas vigentes da vigilância sanitária, o uso do misoprostol só é permitido em hospitais para os casos de aborto.

Ele foi criado no ano de 1980 com o objetivo de tratar úlceras gástricas, e gastroenterites erosivas.

Como funciona o cytotec / misoprostol

O uso do misoprostol pode ser de 2 maneiras:

Caso a gestante opte por usar o misoprostol sublingual, recomenda-se colocá-lo debaixo da língua, e deixe-o dissolver sem engolir por 20 minutos.

A maioria das mulheres escolhem essa maneira, devido os seus efeitos serem mais rápidos.

Entretanto, quando o Misoprostol é usado sublingual, o medicamento é diretamente absorvido no sangue.

Todas as maneiras de utilizar o misoprostol são eficazes, seja pela vagia ou sublingual, vai depender da escolha da mulher, o que ela achar melhor.

No entanto, uma vez que os comprimidos utilizados na vagina podem ser mais lentos e usar os comprimidos debaixo da língua provoca náuseas.           • Uso sublingual: os comprimidos devem ser colocados debaixo da língua e os restos devem ser ingeridos depois de 30 minutos;

Tudo isso é administrado em várias doses e com a frequência que o médico indicará.

Caso a mulher escolha usar os comprimidos na vagina, é muito importante que elas saibam que os comprimidos podem ficar até 4 dias dentro da vagina, antes de serem completamente dissolvidas.

Como o corpo reage após o misoprostol?

Como já disse acima, o misoprostol faz com que o colo uterino amoleça, fazendo ele dilatar.

A mulher poderá sentir contrações nas paredes uterinas provocando cólicas fortes e sangramento.

Isso é normal ocorrer, pois o tecido gestacional está sendo removido na forma de coágulos grandes.

Não podemos deixar de ressaltar que, na maioria das vezes, é um processo doloroso e desagradável.

O sangramento continua de 4 a 6 horas após a mulher ter ingerido o Misoprostol.

A cólica pode durar até 3 dias, já as manchas de sangue podem persistir  por algumas semanas.

Outros sintomas como: vômito, febre leve, diarréia, tontura e cansaço, também podem ocorrer.

Por isso, para aliviar a dor, você pode tomar ibuprofeno.

Após alguns dias, é recomendado que você faça uma consulta com o médico para garantir que o tecido tenha sido completamente removido e o aborto tenha sido concluído com segurança.

Fale Conosco